Searching...
Close search window

Search results for: [ ] You may continue typing to narrow your search


Perguntas e Respostas Devem ser um ou dois técnicos de saúde a ajudar ao usar um elevador de pacientes?

As regras de segurança especificam se deve ser um ou dois técnicos de saúde a ajudar quando é usado um elevador de pacientes? Há alguma diferença entre usar um elevador móvel ou suspenso?

“Não há regras das autoridadas supervisoras que especifiquem o número de técnicos presentes para usar um elevador para fazer transferências de pacientes. No entanto, poderão estar em vigor regras locais, e nesse caso são essas que devem ser consideradas válidas.

Quando esta questão nos é colocada de tempos em tempos, nós na Liko normalmente recomendamos o seguinte:

As necessidadades devem ser avaliadas para cada situação de elevação individual. O número de técnicos de saúde necessários para assistir depende de vários factores, entre eles o tipo de elevador a ser usado e o estado funcional do paciente. Depende também da formação e conhecimentos do técnico sobre a utilização correcta do produto. A consideração mais importante a ter é a sua segurança e a do paciente. Tanto o paciente como o técnico devem sentir-se seguros durante as transferências.

Normalmente, a aplicação da funda requer mais esforço físico do que propriamente manobrar o elevador. É mais difícil aplicar uma funda de forma segura e ergonomicamente correcta a um paciente pesado ou imobilizado, do que a um paciente que tem capacidade para participar na aplicação, e neste caso poderão ser necessários dois ou mais técnicos de saúde para pacientes mais pesados.

A utilização de elevadores móveis ou suspensos varia em que é consideravelmente mais fácil usar um elevador suspenso do que um elevador móvel, por este último ser manobrado do chão. Operar um elevador móvel e permanecer perto do paciente pode ser difícil. 

A conclusão é que quem dita são as necessidades. Em certos casos, é suficiente com uma pessoa. Noutros casos, como por exemplo ao elevar pacientes muito pesados, pode ser necessário mais do que um técnico.  Se não tem a certeza como fazer a transferência, recomendamos que contacte o seu supervisor ou o fisioterapeuta/terapeuta ocupacional que receitou os mecanismos de auxílio.
"

image

A consideração que temos pelas pessoas para quem desenvolvemos os nossos produtos tem sido o nosso guia mais importante. O nosso conceito reflecte a nossa visão nas nossas actividades diárias – melhorar sempre a qualidade de vida de pacientes e técnicos de saúde globalmente.